sexta-feira, 22 de março de 2013

A coragem dos outros

Oiço falar da minha e chega-me a de outros. Outros que, desde o primeiro segundo em que soube que tinha perdido a minha Leonor, sei que existem e que vão continuar a existir. Por muito duro que seja.
O video deste pai é uma inspiração. A luta destes pais é uma inspiração.
Por um filho faz-se tudo. Mesmo depois do nosso filho já estar onde só o podemos alcançar com o coração e com o espírito.
Obrigada amiga que com os 99 balões lembraste os 122 dias de vida da Leonor. Tê-la nas nossas vidas foi uma benção. Tal como é ter-te como amiga. Um beijinho no teu coração.

quinta-feira, 21 de março de 2013

A morte...

... faz-nos sempre reflectir sobre a vida. Mesmo quando quem parte viveu muito.
Os anos passam e a 9 dias de fazer 36 anos faço um rewind e um flashforward à minha (ainda curta) vida. Olho para o que me aconteceu e para os que partem e fico com a certeza que apesar de a morte ser a coisa mais certa que temos na vida, é importante pensarmos nela quando estamos vivos.

O que queremos que sintam quando partirmos? Não podemos assumir que quem mais amamos sinta a nossa falta senão os fizermos sentir amados, até lá.

O que queremos deixar de legado quando partirmos? Simplesmente existir não é um legado. É preciso fazer "obra". Mesmo que ela seja pequena, dentro de nós, com e com quem nos rodeia no nosso "mundinho". Não precisamos ser Einstein's, nem Princesas Dianas ou Michael Jackson's. Basta sermos fieis a nós próprios, vivermos com vontade e dar-mos o coração a quem queremos.

(Para mim) Amar e ser amado tem de ser a maior obra da vida. Porque,afinal, quando alguém parte o que é que fica senão a memória do amor e das coisas que se fizeram com amor?

quinta-feira, 14 de março de 2013

Hoje seria...

... o dia em que ia colocar aqui a foto da Leonor, com 6 meses. Tal como sempre fiz com a Joana.
Mas a minha pirralhinha trocou-me as voltas. Fez ontem dois meses que partiu para de onde veio. E eu cá ando. A habituar-me a não a ter. A sorrir. A rir. A aproveitar a vida e o sol. Porque, por muito que me custe a sua ausência, esta é e será sempre a  melhor maneira de a homenagear e honrar os seus (quase) 4 meses de vida neste mundo.

terça-feira, 12 de março de 2013

Obrigada pelo exemplo

Há vários dias que não escrevo... precisei e ainda preciso de ficar no meu mundo e viver pequenas coisas que tanto me fazem sentir a falta da Leonor. Depois falarei sobre isto.
O que venho aqui escrever hoje é que os sonhos se podem tornar realidade. Basta acreditarmos nelesv e lutarmos por eles e contra o medo. Sim, porque o medo está sempre à espreita. E quando não é o nosso, é o dos outros que tenta espicaçar o nosso.
Venho falar-lhes de uma amiga querida e do seu projecto: a Sister's Trend.
Um sonho. Uma vontade. A força enorme de uma mulher que todos os dias trabalha para "ganhar a vida", sem descurar cada pormenor da loja e da marca que criou. Um sítio que pensou não só para vender roupa, mas para que as mulheres que ali vão, saiam de sorriso nos lábios e de coração quente.
"Entre por esta porta agora, diga que se adora e em meia hora mude a sua vida", é a frase que está À entrada da loja e que designa o que a minha querida amiga quis criar. E conseguiu!
A Sister's Trend faz hoje 2 anos e a Vânia está de parabéns. Deu asas e forma ao seu sonho. Lutou, acreditou e continua a acreditar que pode fazer a diferença todos os dias.
Esta minha amiga é um exemplo de que temos de combater o medo, focar-nos no que a nossa alma deseja, acreditar e lutar para vencer. Seja com uma loja de roupa. Seja no que for.
Para mim, sem dúvida, um dos segredos da vida é dar-mos alma ao que desejamos.
Parabéns Sister's. Parabéns Vânia.